Arquivo do mês: fevereiro 2010

Pq diabos acompanho o Blog do Schiavoni – Evandro Spinelli

Pra mim, a melhor contribuição até agora. Veio do Mito, o Homem, a Lenda, o único capaz de agradar Mister Matinas Suzuki, meu ex-chefe Evandro Spinelli. Ele é essa coisinha fofa e delicada abaixo:

A lenda, o mito, o HOMEM.... Evandro Spinelli

“Quer minha contribuição? Porque leio qualquer merda, até embalagem de papel higiênico.

Boa, né? Gosto de ajudar os amigos.

– Muito, mas MUITTTTTTO obrigado.

Dárcy e Baleia terão que devolver dinheiro

Mais uma condenação da Justiça obriga a prefeita Dárcy Vera (DEM) e o deputado Baleia Rossi (PMDB) a devolverem dinheiro aos cofres públicos.  Algo em torno de R$ 3 mil, mais custas processuais. É mais uma no currículo de ambos, já carimbados pelo Triunal de Contas do Estado e pela Justiça como larápios de dinheiro público em pelo menos cinco ações civis públicas e dezenas de ações populares. Pra variar, quem ajuizou a ação foi o Deputado Federal e Fernando Chiarelli (PDT-SP). Para quem, todos sabem, eu trabalho.

A sentença envolve ainda o vice-prefeito Marinho Sampaio (PMDB) e outros 16 vereadores da época. Foi motivada por uma decisão da Mesa da Câmara em aumentar, de forma irregular, o salário dos parlamentares em 14,2% em 2003. O presidente na ocasião, e principal arquiteto da picaretagem, é o petista Donizete Rosa, lacaio principal de Antonio Palocci.

Destaque em todos os jornais da cidade – menos o Tribuna, que estranhamente não publicou a notícia.

Pq diabos acompanho o blog do Schiavoni

O marketing pessoal, meus fofuxos, é lindo. Depois da contenda com o indefectível Kleber seu lá o que, pipocaram, no mundo virtual e no real, companheiros e amigos demonstrando sua solidariedade (e uns dois ou três cornetando também, claro, pq cornetar é tudo).

Resolvi então utilizar meus ensinamentos em gestão da Comunicação, aprendidos em grande parte com a Sonia Maggiotto, da Conceito Comunicação, minha guru, e vou capitalizar essas manifestações espontâneas criando a sessão:

PQ DIABOS LEITO O BLOG DO SCHIAVONI.

Uma vez por semana publico as razões de um leitor. Já tenho quatro respostas (o que garante um mês de publicação). Viram que fofo?

Schiavoni tenta liminar no STF para publicar entrevista de Guiliano Marcos

Guiliano Marcos, jornalista sangue bom e bafudo "pq torço pelo mais fraco", em um momento de descontração: pedido ao Supremo para impedir publicação de entrevista

O título e a legenda da simpática foto ao lado é só brincadeira. Como muita gente me perguntou sobre a entrevista do companheiro simpático ao lado e, além disso, muita gente aporrinhu o próprio perguntando sobre a não publicação, resolvi esclarecer as coisas neste post.

Estou móóóóórendo de vergonha, mas acontece que a porra do gravador digital que usei para captar os bons momentos de bebedeira salutar deu pau e está no conserto. Eu odeio os gravadores digitais, prefiro mil vezes os de fita, mas, enfim, agora já fodeu a mariola.

Só deu tempo de tirar mais ou menos 1/3 do material, onde o jornalista e âncora da Record faz revelações bombásticas. Só pra adiantar: assume qué é bafudo por, segundo ele, “torcer pelos mais fracos”.

Assim que a assistência técnica liberar, eu transcrevo e coloco tudo na íntegra.

Gali Neto é novo técnico do Fogão

José Gali Neto, o homem forte do Pantera para o resto do Paulista: boa sacada

Excelente e acertada a escoha da diretoria do Botafogo em efetivar, ao menos por agora, o experiente José Galli Netto no comando do Botafogo para o restante do Paulista. Eis os motivos:

Com nove rodadas para o fim do torneio, o Fogão é quarto, com 18 pontos. Nâo corre risco de ser rebaixado, portanto. Isso, pór si só, já dá tranqulidade ao clube.

Em segundo, o Fonseca não era, NA MINHA OPINIÃO, um técnico acima da média. Honestamente, fiquei feliz que ele tenha saído. Armava o time muito atrás e não aproveitava as melhores potencialidades de cada jogador.

Terceiro, com pouco tempo, nada melhor que escolher um profissional barato, identificado com o Botafogo – basta dizer que o Galli foi jogador e técnico do Pantera, além de ser coordenador de futebol. Escolheu deixar de ser técnico para trabalhar no futebol do Pantera.

Além de todas as vantagens acima, Galli participou da montagem do time e conhece cada um dos atletas do  Fogão como ninguém. Não vai haver necessidade de adaptação, portanto.

E, pra finalizar… O Botafogo oferece R$ 400 por ponto conquistado. Além de salários, claro. A Folha gira em torno de R$ 500 mil. É incentivo mais que suficiente para manter o time bem. Afinal, R$ 1,2mil por vitória é bem significativo.

Claro que ter um Lula Pereira, um Benazzi ou um Lori Sandri para o resto do Paulistão seria bacana… mas acredito que, das opções possíveis, o Gali é, sem dúvidas, a de melhor custo benefício.

E pra não dizer que fico em cima do muro, volto a repetir minha previsão: Acredito que o Pantera tem chance de brigar pelo título do interior e que já está com a vaga da série D. Se derem moleza, belisca também o G4.

Agora, papel de moleque o do Fonseca. Recebeu proposta do São Caetano (o dobro do salário do Botafogo), comunicou á diretoria, teve aumento de salário, disse que ficaria. Caso enceraddo. Parte do jogo.

O que fode é, depois de acertar a permanência, levar a proposta ao São Caetano, que cobriu (quatro vezes o salário original). Ai é fazer leilão. Papel de moleque.

Circuito PocketAces de Texas Hold´en

Sim, mil vezes sim!

Logo do PocketAces: deu trampo, mas o torneio vai começar

Depois de meses de intenso planejamento e da elaboração de intrincados esquemas e regras, eis que chega finalmente o dia. Hoje, segunda-feira, 22 de fevereiro, acontece a I Etapa do Circuito PocketAces de Poker Texas Hold´en. Entre as presenças já confirmadas estão o Bundinha, Schiavoni, Grafite, Fernando Mão e Douglas.

A expectativa é que apareçam entre 14 e 20 jogadores hoje, a partir das 21h, na rua Nioac 555, nossa sede de eventos. O buy-in é R$ 10, sendo R$ 7 para a premiação de hoje e R$ 3 para a mesa final do torneio, na qual só os melhores participarão no meio do ano. O jogo terá rebuy pela primeira 1h40.

Se alguém jogar e quiser aparecer, é só dar um alô. Amanhã, publico aqui o resultado da etapa e, se der certo, algumas fotos do mega evento. A iniciativa, da qual faço parte na diretoria, visa tornar mais conhecido o Texas Hold´en, como esporte. Seguimos os regulamentos da Associação Brasileira de Texas Hold´en e bolamos um calendário completo, incusive com a premiação para cada colocação.

Bom… já separei minha boina e meu conhaque. Minha intenção é ficar entre os três primeiros para começar bem o torneio e, espero, me garantir na mesa final. Isso, claro, além de levar de imediato alguns cobres pra casa.

Tirando o atraso – futebol

Como passei um bom tempo fora, vou tirar o atraso na cornetagem por tópicos. O primeiro deles, e mais importante, claro, é futebol.

Nessa pouco mais e uma semana que estive fora o Botafogo caiu de 2 para 4 no Campeonato Paulista. E começou a jogar como time pequeno…Assustado, acuado…Sinal inequívoco de que é treinado pelo Roberto Fonseca. Talvez fosse o momento de uma troca no comando do time. Nunca engoli esse treinador e a forma como o Bota tem jogado está dando medo.

A notícia boa, no entando, vem dos lados do Parque Antarctica. A diretoria do Palmeiras consertou a cagada, embora tarde, e mandou o Muricy, o pior técnico do mundo, embora. Demorou. Se não tivesse contratado, no ano passado, o Palmeiras provavelmente seria Campeão Brasileiro. Ainda que não fosse, seria com certeza presença na Libertadores.

Não gosto do Muricy desde a época que ele treinou o Botafogo. Técnico meia boca, sem diferencial. Deu sorte no SP, onde pegou uma base forte e uma diretoria competente. Mas nunca apresentou nada de diferente. Pra mim, já vai tarde. E, se pudesse voltar pro SP, ficaria imensamente feliz.

Aliás, parabéns aos jogadores do Palmeiras. Dava pra ver na cara e nas ações contra o São Caetano que a boleirada verde queria a cabeça do Muricy. É um caso saudável de entrega que vale a pena.

Quanto ao Antonio Carlos, é uma incognita. Quer mostrar serviço, tem história no clube e conhece como poucos o meio da bola. Se conseguir domar o grupo, tem chance. Só não entendo porque não efetivaram o Jorginho, que foi bem no ano passado e merecia uma chance.